1.25.2012

as caixas



cêaí
sentado em lynch

treinando-se em malabarismos
por plongées e travellings
que introduzem sem apresentação
sem semi[círculo] ou odessa nenhuma –

eixando-me os eixos technicolor
apertando play.pause.play.stop......play/ F5.F6.F7.F15

02:10 de filme – quantos rolos
ninguém conta na conta? one-two-three
explica para o poeta essa sutileza, Mister 2:35
inda trabalha o benévolo ancião Mister Celulose
ou seu alquebrado hd de 30 gigabytes.

cêaí
sentado em haneke

olvidando as estripulias do bem
- que louvar a carnificina
crítica -
não sem cortina
você resistiu a friedrich a jacques
a roland a giordano a sigmund
ao nada como substância
mas o player de dêvêdê e as tecnologias
o computador da moda e suas 19''
as conspirações as consubstâncias e
 as solidões eufóricas:
então você fica aí - cêaí -
as ancas marcadas por braços/
cordas invisíveis – hipnóticos -
sentado na tua rubrica

cêaí
sentado em kubrick

.:gabriel resende santos

Um comentário:

Neuzza Pinhero disse...

hey, cêaí

é isso:

não fica aí...