9.27.2009

3a epistola aos interditos - Olé



















cariño,

me gusta,
me gusta la palabra suya,
me gusta
me gusta más,
me gusta la imagen suya,

el amor,
esta pequeña palabra suya,
me gusta,
me gusta la palabra suya,

desnuda,
me gusta la imagen suya,
me gusta,
me gusta la imagen suya,

muda,
me gusta la imagen suya,
después d'hablar d'amor,
me gusta,
me gusta hace-lo.

me gusta,
me gusta la palabra suya,
me gusta
me gusta más,
me gusta la imagen suya.


ps.: ergo-me neste lugar estranho. em língua latina, ouço gritarem um nome. torero, torero, torero sevillano. cariño, a multidão da estranha espanha me quer en la rueda de la escritura. a multidão de pequenas paixões grita por mim. cariño, hoy soy torero.

.: oberDan piantino
florianópolis, 27 de setembro de 2009
carta-poema-canção escrita ao acordar para um domingo de encontro literário com Chris, Juçara, Ive, Junão, Sânia, Tatah, Marcio e Sandra no Ribeirão da Ilha de Florianópolis.
repercussão do embate artístico-literário-filosófico-ideológico-passional que se trava entre os invisíveis, quer entendam ou saibam, desde dezembro de 2008.

imagem de Lorca, "torero sevillano", 1927. tinta da china sobre papel de dibujo 160 x 120mm. colección particular, Madrid.

5 comentários:

camila disse...

Nem sabia que era música, mas já estava pensando que soava bem musical. besos

danpiantino disse...

erratas e comentários do autor:
.Escrever em um espaço virtual - blog - complica e muito a questão do formato literário... o interdito "Olé" ainda não é música, apesar de intuir uma melodia para ele. Chamo de canção sem saber se é correto o uso do termo, me corrijam por favor. Quem sabe eu e Ive a transformamos em música...
.O espanhol é uma língua pela qual me apaixonei, não domino e estou o tempo todo mudando as palavras.
.O rodapé, anteriormente, colocava o embate entre os invisíveis como se partisse dos dois sobreviventes, na verdade, o desafio de trabalhar, ou não, o afeto na linguagem, sempre foi algo que eu sentia ao trocar idéias com marcio, o embate vem só do meu lado da guerra-literária, posso dizer.

camisssss disse...

Ai Dan, vc sempre me dá um nó na cabeça com esse monte de palavras. No meu humilde entender sua escrita soou bem musical. E isso já me basta. Adoro ler tudo isso mesmo sem entender muito às vezes, jajajaja (risadas em espanhol) besossss

danpiantino disse...

ouça minha voz "me gusta" ouça minha voz dizendo "me gusta" ouça o som "me gusta"
.
Isso aí, apenas ouvir o som do que não se entende é uma prática, e sei que você ouve Camila. a dica é ler pausadamente... se ligar para mim declamo para você em meu espanhol fajuto :]
.
"me gusta" fazer vez de don juan, rsrs

mi disse...

"me gusta" me gusta! me gusta.

=]